Histórico

Inaugurada no dia 24 de maio de 1925, a Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS), sempre teve como missão a assistência aos mais pobres. O hospital foi idealizado por Dom José Tupinambá da Frota, primeiro bispo da diocese de Sobral. No ato inaugural, na festa de Nossa Senhora Auxiliadora, Dom José convidou o então senador João Tomé para a grande solenidade e, ao cortar a fita simbólica de inauguração, o ilustre convidado pronunciou com grande emoção as seguintes palavras: “Abram-se as portas da misericórdia.”

A história da Santa Casa começou treze anos antes de sua inauguração. No dia 25 de agosto de 1912 houve a solenidade da benção da pedra fundamental, feita por Dom José Tupinambá da Frota. No fim de 1918, o prédio estava todo preparado e pintado, esperando por Irmãs Religiosas para dirigirem internamente o hospital. Em 8 de dezembro de 1923 foi fundada a Associação Beneficente da Santa Casa de Misericórdia de Sobral. No dia 31 de janeiro de 1925, chegaram de fato as Irmãs do Instituto das Filhas de Santa Ana, para administrar o hospital.

Ao longo de mais de 90 anos, o hospital continua evoluindo em tamanho e qualidade. Além da sua dimensão assistencial, a partir do ano de 2007 passou também a ser um hospital de ensino e conta com o Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão (DEPE) que desenvolve tecnologia de ponta em parceria com universidades. A Santa Casa oferece à população residência e internato em várias especialidades médicas, além de residência multiprofissional nas áreas de fisioterapia, farmácia, enfermagem, nutrição e psicologia.